Postagens populares

quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

Bodas de Trigo!




Pendões de trigo balançam e anunciam nossas bodas. Que alegria!
O tempo correu e chegamos juntos e felizes nesses três anos de união, cumplicidade, amizade e amor.
A vida a dois é um sucesso quando sabemos discutir as diferenças e transformá-las em equilíbrio para o relacionamento. Eu diria que ajustes no caminho.
Eu só tenho a agradecer a Deus pela realização do desejo do meu coração.
Somos as metades que até bem pouco tempo estavam perdidas... Aqui estamos. Juntos!
Que possamos comemorar mais bodas até o final dos nossos dias.
Alegria, alegria!

Cristina Barros Guariento
The, 09/11/2015


terça-feira, 17 de novembro de 2015

Paciência





A paciência é um atributo dos perseverantes.

Cristina Barros Guariento
Nov/2015


segunda-feira, 19 de outubro de 2015

Viva o Piauí!





Piauí terra querida
Das carnaúbas que cantam
Dos cajueiros que balançam
Seus frutos formosos.
Da cajuína que mata a sede
Daqueles que usufruem
Das paisagens que encantam
Espalhadas por todo canto!



Out/19/2014
Cristina Barros Guariento


segunda-feira, 5 de outubro de 2015

Você chegou!




Faz algum tempo que você chegou.
A cidade grande largou
Poetizou minha vida nordestina
Com as malas e o destino
Que o laço do amor formou;
Que bom! Você chegou!


Cristina Barros Guariento
Out/05/2015



sexta-feira, 13 de março de 2015

A terra depois da chuva






A terra molhada depois da chuva,
E seu cheiro invadindo a velha casa
Os pássaros cantando felizes
E as plantas alegres, aguadas.

As gotas correm da bica
Numa canção de ninar
Festejando a chuva que cai
E não deixando o tempo passar.

O campo todo verde e encharcado
E o camponês feliz com seu gado
Que por um pedaço do tempo
Estará farto e acomodado...

E o cheiro do café vem surgindo
Um convite pra da rede levantar
Saudade da minha terra
Um dia eu ainda volto pra lá...


Cristina Barros Guariento


terça-feira, 3 de março de 2015

A verdade, a omissão, e a mentira.




A omissão prende
A mentira mata
E a verdade liberta.
Viva a liberdade!

Cristina Barros Guariento
Mar/2015


domingo, 1 de março de 2015

Parabéns, Cidade Maravilhosa!




Cidade ditosa
Que o tempo aprimora
Maravilhosa é teu nome
Mundo afora
Teus morros e florestas
Aparam arestas
Tuas cores e formas
Refletem em tuas águas
É o Rio de Janeiro
Fevereiro a dezembro
E eu não lembro
De esquecer tua beleza
Com palmas e cantos
Que teus cantos encantam
E o Cristo abençoa
Teu berço e tua gente
Hoje e sempre...


Cristina Barros Guariento
Fev/2015


sábado, 21 de fevereiro de 2015

O que dizer...




O que dizer das flores
Com seus cheiros e cores
Despertam amores
E abolem dores

O que dizer do tempo
Amigo do vento
Que num redemoinho qualquer
Leva todo lamento

O que dizer do amor
Que em qualquer estação
Ele alarga sorriso
E sara coração!


Cristina Barros Guariento
Fev/2015

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015

O "Palavrão"






Eu percebi nos últimos dias um imenso alvoroço em torno de uma palavra exótica: tal de impeachment. Realmente um "palavrão"! Eu soube também que muita gente até já tentou proibir a pronúncia da tal palavra. Tudo bem, eu concordo com essas pessoas. Explico: esses termos em outros idiomas são mesmo muito complicados. Eu prefiro a coisa falada na nossa língua, só assim todo mundo entende. Assim sendo, eu quero dizer que esse "palavrão" nada mais é do que: IMPUGNAÇÃO DE MANDATO. Isso mesmo! Simples, não é?
Vamos olhar mais para o sentido literal, e menos para o lado rebuscado da palavra excêntrica.


Cristina Barros Guariento
Fev/2015


quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

Eu quero...




Eu quero viver poesia
Eu quero dançar na chuva
Quero cantar na via
E dividir alegria

Eu quero sorrir com os pássaros
Eu quero falar com as plantas.
Quero ouvir o vento,
E contar meus pensamentos

Eu quero ser criança
E aproveitar a infância
Eu quero viver as fases
E não perder a esperança...



Cristina Barros Guariento
Fev/2015


Impeachment




I ncompetência
M entiras
P ilantragens
E scândalos
A gourento
C onivente
H ipocrisia
M áscaras
E stupidez
N efasto
T endencioso

Cristina Barros Guariento
Fev/2015

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

O tempo e eu...




Eu não conheço o tempo
Eu desconheço o futuro
Eu vivo o hoje
Eu distingo o ontem
Mas de uma coisa eu sei:
O tempo não tem tempo...

Cristina Barros Guariento
Fev/2015


terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

Impunidade





A impunidade é uma cortina que protege os infratores da Lei, dos raios da justiça.

Cristina Barros Guariento
Fev/2015

sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

A ditadura da beleza.




“Enganosa é a graça, e vaidade, a formosura...” Provérbios 31-30 a.

Que nós vivemos a ditadura da beleza todo mundo já sabe, mas o que muita gente não lembra, é que a beleza física passa; restando-nos apenas a formosura interior.
Não seria melhor se ao mesmo tempo em que cuidássemos da nossa casa externa, também pincelássemos nosso espaço interno com as tintas do amor, da compaixão, da tolerância e do domínio próprio?!
Deixemos que cada um habite sob o céu azul ilimitado, conforme sua escolha. Paremos de ordenar ao outro que emagreça; que pinte o cabelo com a cor da moda, que vista as roupas do momento, que deixe as unhas na medida dos conformes ditatoriais, e etc., etc.
A beleza não nos leva até o fim do caminho, no máximo até a metade. O restante do percurso é feito com as pisadas do homem interior. Ele está cuidado?
A beleza externa deve ser o reflexo da alma.


Cristina Barros Guariento
Jan/2015.


terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Nação & corrupção









Por aqui falta água
Mas sobra corrupção
Falta energia
Mas sobra ladrão
Falta emprego
Mas há inflação.
O resto é ilusão...
Coitada da nossa Nação!


Cristina Barros Guariento
Jan/2015


sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

Esperando a Esperança.








Nas minhas andanças perdi a esperança. Mais tarde a encontrei na caixa das lembranças. Perdi novamente.
Breves momentos para sonhar. Sentei por um momento e tentei me abrigar do frio que entrava pelas lacunas do medo, provavelmente pela aproximação de mais uma noite fria de solidão.
Tão fragilizada pelas perdas cotidianas, eu não percebia um pássaro que se aproximava trazendo boas vindas com o seu canto... Perplexa e sem norte, eu sentia cada vez mais forte a distância da tão esperada “sorte”.
Como num piscar de olhos, olhei ao redor e vi um baile de esperança na canção daquele pássaro que me mostrava a emoção do reencontro com a esperança. Lembranças de um tempo que viria proporcionando um novo conceito de uma porta que se abria.
Uma nova caixa se encaixa no meu dia-a-dia: paz, amor, esperança e harmonia. 
Chegou o grande dia!



Cristina Barros Guariento
Agosto 2011.


quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

A mentira










A mentira é o princípio de todos os males.

Cristina Barros Guariento
Jan/2015



quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

A fé







A fé é o condimento da esperança

Cristina Barros Guariento
Jan/2015



Corrupção





É ladrão saindo pelo ladrão...
Coitada da nossa Nação.
Mas sei que terá muita ação
E desmantelada a facção
Será muita emoção
Do sul ao sertão...
Banindo a corrupção.


Cristina Barros Guariento
Jan/2015


terça-feira, 13 de janeiro de 2015

Parabéns, Belém!



Belém, Belém
Casa do pão
Significa teu nome...
Amor, tradição e emoção.

Tuas mangueiras e chuvas
Teus cheiros, tua gente.
Que o bom Deus te cubra
De paz e amor presentes...

Tacacá, maniçoba
Sabor tem de sobra
Terra que abriga
E o amor não te cobra...

Parabéns Belém!
Casa do Pão
Da Tuna e do Remo
E também do Papão


Cristina Barros Guariento
Jan/2015


quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

Sempre assim!





Eu tenho medo de mim
Quando saio assim,
Um pouco fora de mim...
Nem que seja um tiquim,
Vou percorrer e fazer
Uma análise de mim.
Mas é sempre assim.


Cristina Barros Guariento
Jan/2015