Postagens populares

domingo, 30 de dezembro de 2012

O final do ano e a saudade











O ruim da saudade é que ela vai e vem... O melhor da saudade é que podemos amenizá-la.
Chegamos a casa depois de um tempinho fora... É tempo de festas, festejar com família. Agora, quando as raízes estão longe uma das outras, o que fazer?
Há outro ponto da saudade: ela não mede distâncias.
Próximo passo é visitar o outro lado da saudade, ou seja, percorrer o outro rumo; a outra ponta das raízes... Festejar com minhas origens.
A saudade vai mudar de endereço, pois próximo passo é festejar com a outra parte da família, desta vez mais perto, mesmo assim ficaremos um tempinho fora...
Família, o bem mais precioso que Deus nos deu. Que o Senhor abençoe sempre nossas famílias.
Quem não sente saudade quando vem e vai? Quem não sente saudade, sempre?

Cristina Barros
Dez/2012